Rosa Luxemburgo e a Autogestão Social

capa_rosa_luxemburgoO coletivo Rizoma Editorial tem a honra de trazer ao seus leitores mais uma obra do Prof. Nildo Viana,  sociólogo e filósofo,  docente da Universidade Federal de Goiás, Rosa Luxemburgo e a Autogestão Social, com prefácio do Prof.  Dr. José Carlos Mendonça.

Rosa Luxemburgo foi um dos nomes mais importantes da história do marxismo. Sua importância pode ser percebida por vários elementos em sua obra, entre os quais destacam-se a crítica à socialdemocracia e ao bolchevismo, bem como sua contribuição para se pensar a espontaneidade revolucionária e a greve de massas, entre outros aspectos. A sua obra acabou se tornando uma referência no interior do pensamento marxista e todos aqueles que buscaram uma alternativa ao bolchevismo numa perspectiva revolucionária acabaram se encontrando com sua obra. Assim, nada mais justificado do que repensar a contribuição de Rosa Luxemburgo ao marxismo e ao movimento operário,  relacionando-a com a teoria da autogestão social, o que permite discutir algumas de suas teses básicas que são importantes nesta relação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s