O Anarquismo no Século XXI

capa_anarquismo_seculo_21O coletivo Rizoma Editorial orgulhosamente anuncia ao seu público leitor a publicação de uma coletânea de ensaios do antropólogo e ativista do movimento Occupy Wall Street, David Graeber, O Anarquismo no Século XXI e Outros Ensaios.

David Graeber é antropólogo e professor de antropologia social no Goldsmith College da Universidade de Londres. Antes foi professor associado na Universidade de Yale, instituição que se negou a recontratá-lo em 2007 devido às suas posições políticas. Anarquista, com diversos livros publicados, o Professor Graeber participa ativamente em movimentos sociais, protestando contra o Fórum Económico Mundial de 2002 e participando no movimento Occupy Wall Street sendo-lhe mesmo atribuída a criação da frase “We are the 99%”. É membro da organização anarcossindicalista IWW (International Workers of the World). Devido à sua atividade como pesquisador, mas também como militante social, tem chamado a atenção dos meios de comunicação (alternativos e de massas) como um dos intelectuais anarquistas da mais referenciados da atualidade, pelo que bem se poderia denominá-lo de “O Kropotkin do Século XXI”. Dentre seus livros destacam-se:  Fragments of an anarchist anthropology (2004), Direct action: an ethnography  (2009),  Debt: the first 5,000 years  (2011) e o recém-publicado The Democracy Project: a history, a crisis, a movement (2013).

Nesta coletânea de textos reunidos por nosso editor – com a competente e dedicada tradução de nosso companheiro Heitor Magalhães Corrêa – o Professor Graeber enumera algumas das razões mais evidentes para o apelo das ideias anarquistas no início do século XXI: a mais óbvia, os fracassos e as catástrofes resultantes de tantos esforços para suplantar o capitalismo assumindo o controle do aparato governamental nos cem anos anteriores. Um crescente número de revolucionários começou a reconhecer que “a revolução” não virá na forma de um grande momento apocalíptico, mas na de um processo muito longo que vem ocorrendo durante a maior parte da história humana (ainda que, como a maioria das coisas, venha se acelerando ultimamente), repleto tanto de estratégias de fuga e evasão quanto de confrontos dramáticos, que jamais irá – aliás, jamais deverá, como sente a maioria dos anarquistas conscientes – chegar a uma conclusão definitiva.

Trata-se, em suma, de uma obra repleta de ideias novas, apresentadas com a penetrante clareza de pensamento característica do Professor Graeber, que – sem ignorar ou desmerecer as importantes concepções dos grandes teóricos anarquistas do passado – conduz à uma renovada concepção do movimento anarquista, autonomista e libertário como o real impulso da resistência anticapitalista no mundo contemporâneo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s