A de Anarquia: As Coleções como Ferramenta de Resistência à Repressão na História em Quadrinhos V de Vingança

Em V de Vingança, obra de história em quadrinhos criada na década de 1980 por Alan Moore e David Lloyd, um Estado ditatorial tem o seu poder confrontado por Codinome “V”, um heroi com princípios anarquistas que procura vingança contra as ideologias autoritárias. Dentro deste Estado totalitário, esse heroi tem como arma uma coleção obtida através do roubo.

Nesta obra cuja publicação orgulhosamente apresentamos, A de Anarquia – As Coleções como Ferramenta de Resistência à Repressão na História em Quadrinhos V de Vingança, o autor Thainã Silva Ferreira de Medeiros, acadêmico em Museologia pela Universidade do Rio de Janeiro (UNIRIO), tenta compreender o surgimento de coleções dentro deste contexto específico e o seu significado como ferramenta de combate à ditadura.

“Codinome V”, o heroi com a máscara sorridente de Guy Fawkes criado por Alan Moore nos tristes empos de Tatcher e Reagan, tornou-se na atualidade o símbolo mundial da resistência à opressão do Estado e especialmente às ameaças de governos e corporações à liberdade de expressão e ao livre intercâmbio de informações na Internet  (sob os usuais pretextos de “proteção de direitos autorais” e  “combate ao terrorismo”).  Assim, é bastante apropriada a dedicatória do autor aos seus leitores: “Este trabalho é dedicado a todos estes sujeitos, Anonymous ou não, que colecionam lutas.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s